Aprender com Freud (06/05/1856)

por

A criança, ao chegar à escola, traz consigo as experiências vividas com a família, guardadas em seu inconsciente; também traz todas as suas frustrações, seus dramas interiores, seus desejos, expressas por sua simbolização adquirida na infância.

Essa simbolização começa na imaginação, nas histórias, nas observações, nos contos de fadas contados por seus pais na infância. A criança vai para a escola e passa a frequentar o segundo núcleo social depois da família, nesse momento serão transferidas experiências vividas na família para o professor e se formará o vínculo entre o professor e a criança.

Sigmund Freud com sua teoria sobre o Inconsciente iniciou uma nova concepção do indivíduo. A descoberta da Psicanálise trouxe novas formas de ver o homem, a cultura e o mundo; e ainda hoje, após 162 anos de seu nascimento e 79 anos após sua morte sua descoberta continua contribuindo com a pedagogia contemporânea para o aprendizado de um novo olhar para cada aluno e uma ferramenta para o professor que ao olhar o aluno vê a história da criança que está intrinsecamente ligada a toda sua historia familiar.

A este grande mestre e professor nossa eterna gratidão pelo legado de amor e dedicação que nos deixou chamado psicanalise.

Fabiana Mantovam
Psicanalista e Psicoembrióloga

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS