Criança Interior

por

por Equipe IBCP

Tudo o que se vive na infância, se reflete na vida adulta.
Quando pequenas, as crianças veem os pais como os super-heróis de suas vidas e dessa maneira o que é falado se torna verdade absoluta, fato que as palavras ditas causam impacto.

Se por algum motivo a criança se sentiu cobrada, criticada, abandonada, rejeitada, estes sentimentos que causaram dor, permanecem dentro da pessoa para sempre, levando o adulto a buscar resolver esta dor, revivendo o momento da situação vivida.

Olhar para a dor, sair da zona de conforto e enfrentar o desconforto de se deparar com essas lembranças; permitindo-se chorar, sentir tristeza, vazio, raiva e outros sentimentos, é uma forma de elaborar a dor.

Quando se mergulha nas lembranças, é possível trazê-las à consciência para ressignificar a relação com a realidade atual, em todos os âmbitos da vida, tais como relacionamentos, profissão, convivências, entre outras, e dessa forma o adulto poderá olhar e conseguir viver de uma forma mais saudável.

A psicanálise contribui para essa viagem interior e acolhe a criança interna, ajudando-a a trabalhar suas dores e transformá-las, para que o adulto possa viver uma vida mais plena.

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS