Desejos inusitados na gravidez

por

por Márcio Ferreira | Psicanalista

É comum escutarmos histórias sobre mulheres que no período da gravidez têm pedidos inusitados em desejos alimentares incomuns. Estes desejos são contados de geração em geração nas histórias familiares, livros, filmes e até desenhos infantis.

A mulher grávida, geralmente no início da gestação, acorda no meio da noite com desejos incontroláveis de comer algo incomum como frutas fora da época ou alimentos estranhos e difíceis de serem encontrados.

Geralmente é o marido, que com medo de prejudicar a saúde do bebê, sai em busca daqueles desejos, passando por vários obstáculos, numa saga desafiadora, a fim de satisfazer os tais desejos, muitas vezes cômicos ou improváveis.

Quando encontra, volta vitorioso, pois saciará a mulher que o aguarda ansiosa.

A segurança emocional da mulher grávida também pode ser um fator determinante para estes pedidos, pois a comida pode significar afeto e acolhimento tanto para ela como para o bebê.

A partir da concepção deste feto (união do óvulo com espermatozoide), esta mãe tem a função milenar de acolhê-lo, nutri-lo e protegê-lo, até a hora do parto. Somente a mãe pode oferecer uma gama de nutrientes para o crescimento deste bebê de forma contínua.

Retrocedendo à “Era das cavernas”, o homem também acolhia, protegia e enfrentava todos os desafios para estabelecer segurança e alimentos necessários para que a mulher se sentisse segura e amparada na sua gravidez, além de procurar um abrigo (caverna) seguro para ela, ele saia em jornadas para caçar e coletar frutos.

Neste período da História, as estabilidades nutricionais eram difíceis, podendo haver uma deficiência de aminoácidos e vitaminas contidos nas frutas e verduras.

Trocamos as cavernas por abrigos e posteriormente por prédios, fazemos a coleta de frutas, verduras e legumes em pomares, hortas e supermercados e hoje a maioria das mulheres não têm deficiências nutricionais, devido à facilidade em consumir estes alimentos.

Para nossa mente, os arquétipos masculino e feminino ainda prevalecem e têm uma grande importância em nossa sanidade, pois quando os papéis masculino e feminino se estabelecem, fazem com que o pai, a mãe e o bebê passem por este momento especial em harmonia e estabilidade.

Cumprir o desejo nutricional da mulher, simbolicamente, pode criar confiança e respeito pelo homem, que com força e determinação enfrenta os obstáculos necessários em prol da família.

O homem se utiliza destes movimentos para estabelecer a sensação paterna e assumir a responsabilidade por sua mulher e família.

Bem antes de engravidar, a mulher estabelece desafios para escolher o homem que irá cortejá-la e num ato de amor, fecundá-la.

Seja ao lutar contra um dragão, como nos contos infantis; seja em uma competição masculina, o homem precisa provar o quanto está disposto e o quanto tem de capacidade para provar e conquistar o direito de ser pai, tornando-se o chefe desta família, e somente assim, ele irá ganhar seu amor.

Milhões de espermatozoides são lançados pelo homem, numa competição equivalente a uma jornada, mas somente um, o mais habilidoso, forte e vigoroso será o vitorioso, pois quando encontra um óvulo fertiliza-o.

Nesta competição masculina de espermatozoides, a força masculina associada ao acolhimento feminino vêm gerando vidas e famílias desde tempos remotos há milhões e milhões de anos.

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+

    Presente de 22 anos do IBCP Psicanálise

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Comemoramos nosso aniversário presenteando aqueles que tornaram possível nossa caminhada até aqui … todos que tornaram possível o IBCP!!! Nossa equipe de psicanalistas, nossa equipe administrativa, nossos alunos e pacientes que confiaram sua jornada de trabalho, formação e tratamento ao IBCP. Vamos desembrulhar o presente: Uma equipe de psicanalistas composta por Altamiro, Sylvana e Josué, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS