Jung – um legado importante

por

por Maria Inês Mattos | Psicanalista e Psicoembrióloga

As pessoas buscam a felicidade, a plenitude e o sentir-se bem em suas vidas, sobretudo, no trabalho, nos relacionamentos e consigo mesmas; nessa busca constante, um dos pensadores que muito se dedicou em contribuir com o autoconhecimento e reflexões para melhoria do indivíduo foi Carl Gustav Jung aniversariante do mês de julho.

Jung foi médico e criador da psicologia analítica; iniciou sua carreira no Hospital de Burgholzli, onde à época, estudava-se as demências precoces, que hoje é denominada de esquizofrenia.

Entrou em contato pela primeira vez com a psicanálise, por meio do livro “A Interpretação dos Sonhos”, publicado em 1900, por Freud, e a partir daí ambos trocaram muitas experiências, mas, quando cada qual segue seu caminho, Jung cria a psicologia analítica.

Na teoria Junguiana, o inconsciente é dividido em inconsciente pessoal e inconsciente coletivo. O conteúdo do Inconsciente pessoal são os complexos que, segundo Jung, um passo importante para o conhecimento de si mesmo, é trazer à consciência esses complexos.

Os complexos são agrupamentos de conteúdos psíquicos carregados de afetividade, são como “nós” de energia, que impedem o desenvolvimento individual. Um exemplo deles é o complexo de inferioridade que muitas vezes leva uma pessoa a ter atitudes inadequadas na busca de afeto. Assim, à medida que esses complexos vão se tornando conscientes, os “nós” vão se desfazendo e liberando energia para novas escolhas.

Esse é apenas um dos inúmeros exemplos dos ensinamentos deixados por Jung, que embora tenha seguido caminho oposto a Freud, contribuiu significativamente com a psicanálise.

Carl Gustav Jung nasceu no dia 26 de junho de 1875 e completaria 146 anos neste ano de 2021. Homenageado do mês, destaca-se a importância da sua contribuição para a psicanálise, assim como a dedicação em suas pesquisas para a melhoria da saúde mental do indivíduo.

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS