O desejo de gestar

por

O Desejo de Gestar

Quantos casais conhecemos que passam por diversos recursos médicos por terem o desejo de engravidar e apesar dos avanços da nossa medicina muitas vezes não obtém o sucesso desejado, mas por outro lado jovens que nem pensavam em uma gestação acabam se deparando com uma “gravidez indesejável”. O que será que acontece?

Sigmund Freud em seus estudos percebeu que o “desejo”, está na camada mais profunda do inconsciente, isto quer dizer , não conhecemos o desejo e talvez nunca iremos conhecê-lo de fato, o que chamamos de desejo na verdade é nossa vontade e isso sim é consciente.
Não conhecemos o desejo porém, podemos trabalhar o desejo para que ele caminhe a favor da nossa vontade, liberando energia suficiente para que aquilo que tanto é almejado venha para uma realidade com consciência, desbloqueando a energia que até então impedia suas conquistas.
A psicanálise e a psicoembriologia, através das suas técnicas específicas podem auxiliar o caminho a ser percorrido para que seu desejo esteja a favor das suas futuras realizações, em um caminho de autoconhecimento, deixando que seu desejo vá ao encontro dos seus ideais, permitindo que a Mãe Natureza faça o seu papel de gestar uma vida, em um corpo, que foi gestado para gerar outra vida.

Solange Ambrózio
Psicanalista e Psicoembrióloga

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS