Um olhar especial para as relações humanas

por

por Josué Santos | Psicanalista

O julgamento nas relações humanas

Antes de julgar, olhar para si é um exercício necessário para mantermos boas relações humanas.

As relações humanas são o resultado das experiências dos indivíduos entre si, na família, no trabalho ou na escola. Além disso, também é possível observar a manifestação dessas relações através de reflexões ou meditações do sujeito consigo mesmo.

Um componente frequente nessas relações é o julgamento, que tem como consequência a geração de conflitos e degradação das relações, tendendo a originar relações de natureza conflituosas e pouco produtivas, causando estresse e comprometendo a comunicação entre as pessoas.

Os relacionamentos melhoram quando eliminamos o julgamento

As relações com menos julgamentos tendem a ser mais harmoniosas, pois prevalece um ambiente de compreensão e colaboração entre os indivíduos. Nesse sentido, o quão prejudicial pode ser o julgamento?

Nesse ambiente de julgamento, normalmente, ocorre a depreciação do outro por meio de atitudes arrogantes e preconceituosas. Vale ressaltar, porém, que também há a necessidade de cuidado quando se refere ao autojulgamento, haja vista que em muitas ocasiões o sujeito que costuma ser duro no julgamento com o outro, geralmente não se permite um olhar benevolente e acolhedor para suas próprias necessidades e limitações, não conseguindo tirar de si o seu melhor.

Empatia para não usar o julgamento nas relações humanas

Entender e sentir a si mesmo, possibilita a compreensão e modifica a percepção da pessoa que está do outro lado, também possuidora de necessidades e limitações. Este é um passo importante para qualificarmos as relações humanas, produzindo dessa maneira a empatia necessária para que haja a conexão entre as pessoas, tendo em vista que, em muitas vezes, aquelas características do outro, julgadas impetuosamente, estão presentes no julgador.

Nessa perspectiva, o autoconhecimento é a chave para alcançarmos maior equilíbrio nas relações humanas, já que é a partir dele que se tornam compreensíveis as necessidades e limitações próprias, bem como, as do outro.

Como julgar menos e apoiar pessoas em suas relações

Conhecer-se, além de afetar a relação consigo mesmo, pode também impactar a relação com o ambiente em volta tanto em seu lar, como no seu trabalho ou na sua escola.

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS