Silêncio

por

por Regiane Mazzola | Psicanalista e Psicoembrióloga

Estado de quem se cala. Este é um dos significados da palavra silêncio.

E quem se cala?

Quando o externo está em silêncio, o interno fala, ou os dois falam ao mesmo tempo.

Um silêncio que diz muito, palavras que dizem pouco.

Um olhar para fora, buscando o que está dentro e vozes internas, que, às vezes, parecem não se calar e fazem um barulho difícil de aguentar.

O barulho que para alguns é música e para outros, ensurdecedor.

O silêncio da espera, da esperança, o barulho interno da agitação, que não é demonstrada, apenas sentida e não tem nome.

E será que precisa ter?

O silêncio da falta e do ter, da busca e do querer.

A diversidade de silêncios, emoções vividas, palavras não ditas.

Perceber-se diverso, acolhendo seus silêncios, emoções, vozes internas, sua história, enfim, o que te faz ser quem é, estendendo ao outro, o respeito e o acolhimento, na jornada que ele trilha na busca de ser quem ele é.

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS