Você tem pressa para quê?

por

Por Juliana Campos – Psicanalista

Nunca se falou tanto sobre a ansiedade. O que se observa são as pessoas correndo o tempo todo, apressadas, como se o mundo literalmente fosse acabar no dia seguinte. Mas, para quê? A semana começa já esperando o próximo fim de semana. O ano termina já fazendo planos para a virada seguinte. A paciência se esgota nos primeiros segundos de uma pequena espera.

A ansiedade é um excesso: o excesso de se querer o futuro. Como se em uma estrada, você dirigisse a sua vida, ultrapassando o limite da velocidade permitida. Querendo chegar a um lugar, na maioria das vezes, inatingível. Porque sempre o futuro também corre de você. E o que você perdeu? Perdeu a oportunidade de admirar as paisagens que passaram por você, aqueles detalhes que certamente fariam a diferença. Mais chances de não avistar as placas de sinalização, os avisos de atalhos, os alertas de obstáculos na pista. E se colocou em perigo, perigo de perder o controle e literalmente não chegar ao seu suposto destino.

A ansiedade pode ser “o desejo de que a vida termine logo” porque se você acelera os ponteiros do seu relógio, automaticamente você quer que o tempo passe logo. Já parou para pensar nisso? E em um determinado momento, vem o arrependimento do que não se experimentou, do que não saboreou, do que não viveu. Aquele futuro que você quis, correndo para chegar ansiosamente, é uma fantasia que se dissipa diariamente pela ausência do PRESENTE.

A oportunidade de mudar isso está no AQUI e no AGORA. Porque é vivendo o HOJE que você poderá realmente construir o SEU futuro REAL.

O PRESENTE é “a velocidade permitida para a estrada da sua vida”, é a velocidade segura para vivenciar o seu processo. A psicanálise contribui para que você possa escolher o seu caminho, sentir a sua estrada, conhecer-se e planejar seu futuro, tendo a autonomia de fazer suas escolhas com segurança e responsabilidade.

O QUE ACHOU DA POSTAGEM?

    últimas postagens

    A base de tudo

    por Equipe IBCP Psicanálise
    Há muitos séculos, estudiosos já mencionavam em seus escritos, a existência de uma considerável movimentação do bebê dentro do ventre materno e uma possível ligação emocional entre ambos, mãe e filho. Essas observações, a princípio intrigantes e objeto de interesse por muitos pesquisadores nos tempos seguintes, teve sua comprovação somente por volta do século XIX […]
    Leia mais+

    A Fadiga do Retorno

    por Roseana Coelho / Psicanalista
    A recente retomada das atividades presenciais tem causado vários efeitos psíquicos, dentre eles ansiedade e especialmente cansaço. Em 2020 foi preciso uma adaptação rápida, sem preparo, para uma situação não vivenciada antes, de enclausuramento, distância da vida do modo que era conhecida e um estado de alerta constante. Agora, dois anos depois, é preciso retomar, […]
    Leia mais+
    LEIA TODAS AS POSTAGENS